About

Olá, o meu nome é Mariana, sou fotógrafa, mãe de duas gorditas lindas de morrer e vou começar por vos contar uma parte da minha história para saberem como cheguei aqui.

A Bubble nasceu numa fase da minha vida em que procurava “encontrar-me” profissionalmente. Sem saber como é que isso se fazia, nem o que pressupunha, uma das minhas cinco irmãs falou-me que estava a fazer uma formação e que era exatamente aquilo que eu precisava, que nos “obrigavam” a pensar em nós, nas nossas escolhas, o que gostamos de fazer, e que estava a ser muito interessante. Na edição seguinte voltou a ligar-me a dizer que ia começar um novo curso e que eu devia ir!

A primeira prova que tive que era mesmo isto que queria fazer, foi a forma como me empenhei para conseguir “patrocínio” para pagar as propinas. E mais tarde consciencializar-me de que quando quero verdadeiramente uma coisa, sei que consigo alcançá-la! 
Só tenho que me empenhar! 

E lá fui eu para o primeiro dia, de muitos, da minha nova vida, para a 2ª edição da Formação avançada em desenvolvimento pessoal e profissional, na Universidade Católica. Pós-laboral, claro, porque trabalhava numa empresa na área financeira durante o dia.
Ao longo das aulas apercebi-me que havia muito para descobrir em mim, antes mesmo de descobrir a minha vocação (palavra que eu não usava no meu vocabulário e que confundia com profissão), e que tudo estava interligado. Não foi fácil admitir isto pois sempre achei que a profissão estava diretamente relacionada com as nossas competências técnicas, separada da nossa essência.
Eu sabia que a fotografia era uma coisa que gostava mas nunca a tinha considerado como um potencial e sempre achando que era um sonho longíquo, guardado numa caixa. Nem nunca ousei dizer no curso que gostava de fotografia, quanto mais ser fotógrafa.
Neste curso aprendi o verdadeiro significado das palavras autonomia e compaixão, que foram importantes para a minha libertação, pois fiquei livre da aceitação por parte das pessoas à minha volta e, ao mesmo tempo, não julgar as pessoas e aceitá-las como elas são. Foi o grande passo para eu me permitir pensar que podia ser fotógrafa ou experimentar o sonho de ser fotógrafa, ou qualquer outra coisa!

Outro desafio foi listar os meus valores e o que me move. Na fotografia, o que me move é a beleza e a arte que nos pode transmitir. A autenticidade, a espontaneidade e as emoções que posso captar. A paixão, a descoberta, a evolução e a liberdade de criar sempre algo diferente.

Depois de consciencializar que a minha vida é o que eu fizer dela e, que mais ninguém senão eu tem essa responsabilidade, decidi avançar com o meu projeto de me tornar fotógrafa. Fiz um curso profissional de fotografia, que frequentei durante mais de um ano em horário pós-laboral. E durante todo este percurso descobrir que eram os bebés que mais queria fotografar, e em 2008 criei a Bubble sessions!

O nome Bubble sessions surgiu de repente na minha cabeça. Como as bolas de sabão que desaparecem num piscar de olhos, há momentos nas nossas vidas que também passam demasiado depressa e que têm de ser fotografados para nunca mais ficarem esquecidos. A Bubble transmitisse a maneira como quero as minhas fotografias: divertidas, emocionantes, coloridas, alegres e mágicas.
Adoro fotografar bebés e crianças, são a minha perdição. É uma fase única e que não volta atrás, parece que tenho uma missão dentro de mim que não paro até que tenha tudo registado. Acompanhar as famílias passo a passo foi seguir o resto da história, como nos meus álbuns de bebé.
Outros amores pela fotografia surgiram naturalmente: as amigas a despedirem-se de solteiras, os casamentos, íntimos e familiares, os babyshowers, os baptizados e todas as reuniões em família e de amigos, que adoro fazer.

É engraçado ver como a fotografia sempre fez parte da minha vida duma maneira tão especial e que eu nem me apercebia. Os meus pais registavam quase tudo, os meus álbuns estão cheios de fotografias das várias idades e eu adoro folheá-los. Foram e são a minha inspiração. As fotografias são sempre mágicas: as cores, a escolha dos ângulos e dos momentos, a simplicidade dos ambientes, e, como eu, acho que ao vê-las as pessoas vão-se lembrar de cada um dos momentos das suas vidas como realmente eram: como a mãe estava bonita na gravidez, o bebé na alcofa, o banho no alguidar azul, a 1ª papa, em casa no parque a brincar, no jardim com os irmãos. A família toda junta na praia ou na quinta da avó… Estas são as minhas memórias e por ser tão importantes para mim, a Bubble nasce com a necessidade de deixar registados momentos que ficam cravados no coração. Fotografias muito naturais e caseiras que retratam exatamente o que se está a passar. E é tudo isto que eu adoro na fotografia e é isto o que me fascina: poder fazer o registo de todas as famílias que por mim passam! Que se cruzam na minha vida e que vou conhecendo.

A minha inspiração, porque preciso muito dela, vem de muitos lugares, pessoas e vida do dia-a-dia: os sorrisos maravilhosos das minhas filhas logo de manhã, um passeio na praia, um jantar de amigos, as flores na Primavera, estender a manta num jardim, deitar-me e absorver tudo à volta, ir ver uma exposição de pintura com o meu marido, a costa alentejana, viajar e conhecer pessoas improváveis, passear de carro pelo campo e ir sentindo os vários cheiros e cores, conversar com pessoas que questionam e procuram melhorar, que vão atrás dos seus sonhos. Todas estas e outras pequenas e grandes coisas que me ajudam a criar e a fazer fotografias mais bonitas.

O processo de auto-conhecimento e de busca do que me faz feliz vai continuar lado a lado com a Bubble, que está a crescer e que se vai construindo e descobrindo consigo, passo a passo.

Um dos meus grandes projetos é aprender a ser feliz. Feliz de verdade, aquela sensação de estar bem na nossa pele, de estarmos com quem gostamos, de dizer o que sentimos aos outros, de fazermos os outros felizes, de construir a nossa vida como sonhamos e de caminhar sempre nesse sentido.

Aqui no blog pode ver sneak-peeks de sessões, projectos pessoais, ideias novas (que se podem tornar projectos ou não!), trabalhos de fotógrafos do mundo, coisas que eu gosto, o projecto das 52 semanas com fotografias das minhas filhas.
E se tiver alguma ideia que gostasse de propor pode-me enviar um email para info@bubblesession.com. Tenho todo o gosto em receber as suas sugestões.

Obrigada por cá passar e espero que goste!

“Esta é a liberdade real – a capacidade de desfrutar as escolhas que fazemos em cada momento do presente. A capacidade de espontaneamente aplicar a nossa atenção nessas escolhas e delas tirar alegrias para nós e para os outros.”

Deepak Chopra in “O caminho da prosperidade”




As sessões são realizadas no local que gostar mais e se sentir mais à vontade, onde tenha as suas melhores memórias: na casa de família, na praia de férias, no jardim de sempre, no cantinho preferido na cidade. Se preferir também posso ajudar a escolher um sítio para a sua sessão. Cada sessão será feita à sua medida e para responder às suas perguntas pode escrever-me para info@bubblesession.com ou ligar-me para o número +351 969 572 525


Os valores dos packs BUBBLE incluem deslocação até 30kms de Lisboa. Para outras localidades por favor peça um orçamento. Para sessões fora do país peça informações através do email info@bubblesession.com

O dvd e a galeria demoram em média 2 a 3 semanas a ficarem prontos e o álbum será entregue um pouco mais tarde. O pagamento deverá ser feito na totalidade, antes da sessão.


Mariana Cancela de Abreu
info@bubblesession.com | +351 969 572 525

© Bubble sessions. All rights reserved.